terça-feira, setembro 19, 2017
Home » Email » Kim Dotcom promete criar serviço de e-mail criptografado “para todos”

Kim Dotcom promete criar serviço de e-mail criptografado “para todos”

Depois das recentes empresas de sistemas de e-mail criptografados, Lavabit (o mesmo serviço usado por Edward Snowden) e Silent Circle, o site de compartilhamento de arquivos de Kim Dotcom, o Mega, está prometendo novos serviços de voz e de e-mail criptografado.

Quem confirmou os novos projetos foi o próprio CEO da empresa, Vikram Kumar, em entrevista ao site ZDNet.

No entanto, em vez de apenas oferecer e-mails criptografados, Kumar deu a entender que o Mega incluiria uma funcionalidade que muitos consumidores têm aguardado, como a capacidade de pesquisar por entre as mensagens. Isso “não é impossível [para os verdadeiros serviços de criptografia end-to-end], mas muito, muito difícil. É por isso que mesmo o Silent Circle não chegou lá”, disse Kumar.

O site do Mega já tinha uma seção prometendo que a empresa forneceria sua assinatura baseada em browser “User Controlled Encryption” para “uma ampla gama de aplicações”, incluindo e-mails, telefonemas, bate-papos e streaming de vídeo.

Histórico de problemas

O Mega (abreviação de Mega Encrypted Global Access, ou Mega Acesso Global Criptografado, em tradução) fez seu nome ao fornecer “um serviço de armazenamento em nuvem impressionante que ajudará a proteger a sua privacidade”. A organização promete armazenamento em nuvem seguro e privado usando criptografia baseada em browser – embora o serviço tenha enfrentado algum cepticismo de especialistas em segurança.

O site oferece 50GB gratuitos de armazenamento em nuvem criptografada para qualquer pessoa, mas também oferece contas Pro que variam de 100 euros/ano (cerca de 133 dólares) para 500GB de armazenamento e 1TB de largura de banda a 300 euros/ano (400 dólares) para 4TB de armazenamento e 8TB de largura de banda.

A empresa originalmente nasceu como me.ga, mas foi forçado a mudar para mega.co.nz, com base na Nova Zelândia, depois de o governo do Gabão tomar posse do domínio por não querer o seu domínio de nível superior (.ga) usado por pessoas que “não respeitam leis e regulamentos internacionais”.

O Mega é a mais recente colaboração do fundador do Megaupload, Kim Dotcom. O Megaupload era um popular site de armazenamento e compartilhamento de arquivos, com base em Hong Kong, fechado pelo Departamento de Justiça dos EUA no ano passado com a justificativa de violação de direitos autorais.

Dotcom enfrenta atualmente um processo para extradição para os Estados Unidos sob acusações de violação de direitos autorais.

Desde então, Dotcom se tornou uma espécie de ícone da privacidade e até mesmo celebridade em certos círculos (mais de 300 mil seguidores no Twitter). Seu novo serviço pode ter concorrência: o fundador do Pirate Bay, Peter Sunde, está trabalhando no que ele chama de um aplicativo móvel de mensagens “totalmente seguro”.

Sobre Diego Duarte

Diego Duarte Atua como coordenador de NOC, toca um violãozinho nas horas vagas e tenta eternamente entender o que o fez escolher TI

Veja também!

Logo Powershell

Convertendo Powershell Scripts em Executáveis (ps1 para exe)

Olá, Pessoal A dica de hoje pode facilitar a vida de quem deseja automatizar tarefas …

Este artigo lhe foi útil? comente e ajude outros acrescentando seu ponto de vista!