quinta-feira, novembro 23, 2017
Breaking News
Home » Artigos » O que é UML

O que é UML

Saudações Leitores,

Alguns estão em época de provas na faculdade, ou em aplicação de um projeto, ou apenas afim de entender um pouco mais sobre UML e como isso ajuda na análise de um sistema.

Pensando nisso, resolvi colocar este resumo sobre UML. Boa leitura!


UML –> Unified Modeling Language (Linguagem modelada unificada)

UML É um padrão para desenvolvimento de software que reúne melhores práticas de metodologia de sistemas. Neste modelo, diversos diagramas auxiliam na visualização do problema e a concepção da solução, permitindo uma visão macro dos objetos e seus relacionamentos; ela propões uma linguagem visual para especificação (modelagem) de sistemas orientados a objetos, fornece representação gráfica para os elementos essenciais do paradigma de objetos como Classes, atributos, objetos, troca de mensagens, etc

Grandes sistemas necessitam de uma série de especificações e geralmente tais documentos são longos e muito detalhados. A modelagem proporcionada pela UML permite simplificar o entendimento de um sistema, ao transformar suas complexidades em objetos gráficos simples, onde a lógica interna de seu funcionamento é abstraída;

Através da modelagem também conseguimos estruturar um sistema. A manutenção que ocorrer nos posteriores ciclos de desenvolvimento fica mais fácil de ser efetuada já que a mesma ocorre inicialmente num nível lógico, e não no código (programa), de forma que se pode evoluir os diagramas que serão alterados e verificar suas conseqüências, antes de se preocupar com a fase de desenvolvimento

Utilização da UML

• Visualização

– Facilita a comunicação entre as pessoas interessadas

• Especificação

– Permite uma definição mais precisa dos modelos

• Construção

– Ferramentas facilitam o mapeamento do modelo UML para linguagens de programação.

• Documentação

– Permite a documentação de vários aspectos do sistema.

Melhorias & Motivação

Abstrai a complexidade do negócio

• Facilita melhorias

• Auxilia na identificação de novas oportunidades de negócio

– Melhorias no negócio

– Inovações

• Estabelece entendimento comum aos interessados nonegócio:

– Responsáveis

– Gerentes

– Empregados

– Clientes

– Consumidores

Estrutura Básica da UML

• Descrição de Casos de Uso

• Diagrama de Casos de Uso

• Diagrama de Classes

• Diagrama de Seqüência

• Diagrama de Atividades

 Descrição de Casos de Uso

• É uma descrição textual completa de um determinado processo, identificando seu cenário principal, isto é, o fluxo normal que ocorreria normalmente.

• Este documento é estruturado descrevendo-se seus passos / instruções sem se ater a detalhes de tecnologia, porém identificando o limite/restrição/faixa de dados.

• Além disto, aqui identificamos o(s) ator(es) que interage(m) com o sistema.

• As exceções (fluxos / cenários alternativos) também são explicadas porém a ênfase é dada no fluxo principal.

• Através da documentação do sistema, identificamos os

atores, eventos e seus processos, de forma a eleger os possíveis Casos de Uso.

O Ator pode ser entendido como um elemento externo que interage com o sistema. Geralmente simboliza um usuário de algum departamento, mas também pode simbolizar outros elementos tais como um temporizador (relógio) que aciona o sistema de tempos em tempos para realizar alguma ação ou sistemas externos que interagem com um determinado sistema

Exemplo:

Diagrama de caso de uso

Modelo gráfico que agrupa determinados casos de usos e atores de um determinado sistema, de forma a visualizar-se de maneira rápida e fácil o relacionamento entre eles, servindo de documento para comunicação entre os participantes do projeto.

Tem o objetivo de auxiliar a comunicação entre os analistas e o cliente e descreve um cenário que mostra as funcionalidades do sistema do ponto de vista do usuário.

O cliente deve ver no Diagrama de Casos de Uso as principais funcionalidades de seu sistema.

Notação

– O diagrama de Caso de Uso é representado por:

• atores;

• casos de uso;

• relacionamentos entre estes elementos.

– Estes relacionamentos podem ser:

» associações entre atores e casos de uso;

» generalizações entre os atores;

» generalizações, extends e includes entre os casos de uso.

– Casos de uso podem opcionalmente estar envolvidos por um retângulo que representa os limites do sistema.

 Atores

Um ator é representado por um boneco e um rótulo com o nome do ator. Um ator é um usuário do sistema, que pode ser um usuário humano ou um outro sistema

 Caso de Uso

Um caso de uso é representado por uma elipse e um rótulo com o nome do caso de uso.

Um caso de uso define uma grande função do sistema. A implicação é que Diagrama de Casos de Uso uma função pode ser estruturada em outras funções e, portanto, um caso de uso pode ser estruturado.

Relacionamentos

Entre um Ator e um caso de uso: Associação

Define uma funcionalidade do sistema do ponto de vista do usuário

Entre Atores: Generalização

• Os casos de uso de B são também casos de uso de A;

• A tem seus próprios casos de uso.

Entre casos de uso

Um relacionamento include de um caso de uso A para um caso de uso B indica que B é essencial para o comportamento de A. Pode ser dito também que B is_part_of A.

•Um relacionamento extend de um caso de uso B para um caso de uso A indica que o caso de uso B pode ser acrescentado para descrever o  comportamento de A. A extensão é inserida em um ponto de extensão do caso de uso A.
•Ponto de extensão em um caso de uso é uma indicação de que outros casos de uso poderão ser adicionados a ele. Quando o caso de uso for invocado, ele verificará se suas extensões devem ou não serem invocadas.

• Exemplo:

– Quando se especifica B extends A, a semântica é:

– Dois casos de uso são definidos: A e A extended by B;

– B é uma variação de A. Contém eventos adicionais, para certas condições;

– Tem que ser especificado onde B é inserido em A

Entre casos de uso: Generalização

•Caso de uso B “é um” caso de uso A (A é uma generalização de B, ou B é uma especialização de A).
•Um relacionamento entre um caso de uso genérico para um mais específico, que herda todas as características de seu pai.

Sistema

Limites do sistema: representado por um retângulo envolvendo os casos de uso que compõem o sistema
Nome do sistema: Localizado dentro do retângulo

 

Sobre Diego Duarte

Diego Duarte Atua como coordenador de NOC, toca um violãozinho nas horas vagas e tenta eternamente entender o que o fez escolher TI

Veja também!

Solarwinds – Criando um alerta de alta ou baixa utilização de porcentagem de transmissão de uma interface

Neste artigo iremos documentar o passo a passo para criar um alerta de alta utilização de uma interface no sistema de monitoramento Solarwinds Orion

6 comentários

  1. Hermínio

    tó imprimindo o material para estudo.
    valeu!!!

  2. Edilson

    Gostei do seu material, obrigado por divulga-lo na internet. Esta sendo muito util para meu TCC.

  3. Sandro

    Valeu, sou caboverdiano, estou cursando TIC, isso valeu muito.
    Tinha algumas dúvidas a cerca disso

  4. Seu site foi realmente muito útil!

  5. Juliana

    Obrigada por ter elaborado esse artigo! Está ajudando muito no meu tcc.

Este artigo lhe foi útil? comente e ajude outros acrescentando seu ponto de vista!