sexta-feira, setembro 22, 2017
Home » Artigos » Dicas para Curriculos de TI

Dicas para Curriculos de TI

 

1 – Um currículo não é uma estrutura molecular
Renuncie aos textos longos. Os candidatos devem ser diretos a ponto de prender a atenção dos recrutadores. Se você não for qualificado, não terá chances mesmo. Se você é capaz, não deve querer que desistam de você porque seu texto é muito denso. Não é preciso listar cada medalha de ouro que você recebeu na vida. Simplifique citando algumas das contribuições mais significativas que deu a alguns de seus trabalhos anteriores. Diga o que fez e por que razão isto foi relevante. O que for mais importante deve vir sempre em primeiro lugar. Se você tiver artigos publicados, é bom deixá-los separados do currículo de negócios ou pode optar por apenas citá-los, algo como “publicou mais de 30 artigos em revistas especializadas em engenharia química”.

2 – Foque nas habilidades que trarão benefícios ao negócio
A vantagem de um carro em relação a outro está na sua velocidade, potência, economia. Seu currículo deve destacar o mesmo e, para tanto, é preciso citar alguns números. Relate quantos funcionários já estiveram sob sua supervisão, quanto conseguiu de economia com determinado projeto, por qual orçamento era responsável etc. Isto pode ajudar a criar oportunidades. Se a posição for mais técnica que gerencial, vale ressaltar porque sua perícia ajudará os negócios. Se tiver experiência em áreas “quentes”, como outsourcing, web 2.0 ou offshore, certifique-se que isto recebeu o merecido destaque.

3 – Diga onde trabalhou
Descreva, rapidamente, em uma ou duas linhas, a relevância da empresa em que trabalhou. Mesmo o recrutador mais conceituado não conhece todas as corporações do mundo. Relate o que cada uma faz, qual o seu tamanho etc.. Você não precisa colar o relatório anual, mas não custa nada dar os dados fundamentais.

4 – Evite acrônimos
Alguns executivos de TI adoram usar siglas e termos bastante técnicos no dia-a-dia. Mas não cai bem colocar no currículo ERP, SaaS, MEMS ou HPLC. Nem todo mundo é obrigado a saber o significado de tudo.

5 – Mantenha a simplicidade
A maioria dos recrutamentos é feita eletronicamente. Seu currículo entra em algum tipo de banco de dados e, se tiver um formato extravagante, é maior a chance de ser descartado. Tabelas e fotos são desastres na certa. O que agrada no papel pode desagradar os sistemas.

6 – Resista ao breve perfil
Muitos começam o currículo com um pequeno perfil com suas aptidões e o tipo de posição que procuram. A questão é que muitos recrutadores nem terminam de ler quando se deparam com isso porque sabem que não encontrarão ali o que procuram. Para se apresentar a colegas, o perfil é válido. No entanto, para posições específicas, ele é dispensável. Como recrutador – e como amigo de vários outros – digo que não é interessante começar dizendo que fulano “liderou 100 pessoas e implantou em seis meses um modelo de terceirização de sucesso” porque não foi dito aí em que companhia a ação se deu. Dependendo do tamanho, isto pode ou não ser importante.

7 – Não minta
Fabricar ou exagerar em informações são “o beijo da morte”. Um bom recrutador identifica facilmente mentiras ou se o candidato “pesou a mão” ao destacar seus feitos. Os períodos de parada entre um emprego e outro, quando não superiores a três meses, são perfeitamente aceitáveis. Muitos trabalhadores também fazem mudanças de carreira múltiplas em um período de tempo curto e isto também é compreensível. Claro que não é preciso destacar estes dados, mas tentar escondê-los é sempre pior. Uma das primeiras coisas que um recrutador observa é se as datas do currículo batem, se são humanamente possíveis.

 

Fonte: http://idgnow.com.br/ti-corporativa/2012/08/22/como-evitar-que-seu-curriculo-va-para-o-lixo/

Sobre Diego Duarte

Diego Duarte Atua como coordenador de NOC, toca um violãozinho nas horas vagas e tenta eternamente entender o que o fez escolher TI

Veja também!

Aol quer reinventar o email com ALTO

  A AOL iniciou as primeiras operações do Alto, um novo gerenciador de emails totalmente …

Este artigo lhe foi útil? comente e ajude outros acrescentando seu ponto de vista!