segunda-feira, Fevereiro 19, 2018
Breaking News
Home » Artigos » Como alterar o DNS de Servidores Remotos de forma automatizada e controlada

Como alterar o DNS de Servidores Remotos de forma automatizada e controlada

Recentemente realizamos um trabalho de trocar o DNS secundário em todos os servidores Windows. Pois um dos DC’s seria despromovido da função AD DS. Como não queríamos realizar a alteração manualmente, acessando VM por VM e entrando nas configurações de TCP/IP da placa de rede de cada servidor, pois esse trabalho é suscetível a erros, fomos em busca de um script para automatizar a tarefa, já que a alteração seria realizada em mais de 30 servidores (VM’s).

Solução

Além do script realizar a troca do DNS Secundário, precisávamos não apenas alterar as configurações, mas também validar se as alterações foram executadas com êxito em todos os servidores Windows.

O script teria que gerar um arquivo de log (auditoria) contendo as informações tanto de sucesso quanto de falha para ser revisado. A tarefa foi automatizada afim de manter o ambiente com a configuração correta e sob controle, pois sabemos que erros podem acontecer quando a tarefa é executada por pessoas e equipes diferentes e nada melhor que um script para resolver este problema.

Tip: O Script deverá ser executado de uma estação ou servidor, não funcionará se for executado no mesmo servidor que deseja alterar o ip.

O script contém 3 campos para DNS, no meu caso alterei para 2.

Os únicos campos que devem ser alterados no script são:

#Local onde está salvo o arquivo .txt que contém a relação de servidores c:\temp\servers.txt
$servers = @(gc “$dir\servers.txt”)
#IP do servidor dns primário
[string]$dns1 = “192.168.1.4”
#IP do servidor dns secundário
[string]$dns2 = “192.168.1.5”

image

Após ter ajustado o script para o seu ambiente e antes de executá-lo, a tela abaixo mostra que o Servidor Windows em questão tem 2 DNS com o final 4 e 14.

image

Após o script ter sido executado, o DNS secundário foi alterado com sucesso

image

O log mostra que houve erro ao tentar alterar o DNS de um dos servidores, com isso atingimos o objetivo que é controlar a infraestrutura de TI, a fim de minimizar o impacto de eventuais incidentes. Mudanças na infraestrutura de TI podem surgir de forma reativa em resposta a problemas ou exigências impostas externamente (ITIL-Gestão de Mudanças).

image

O objetivo desse artigo foi mostrar o processo (Como fazer) para alterar o DNS de forma controlada, não tendo como foco a parte técnica.

Importante: antes de fazer a despromoção do DC é importante verificar qual a função dele além de AD na rede (WINS e DHCP) para não comprometer o ambiente.

Crédito do Script: POWERSHELL – SET STATIC DNS ON REMOTE SERVERS

Conclusão

Neste artigo, aprendemos como realizar uma mudança de forma controlada na infraestrutura de TI afim de minimizar o impacto no ambiente de produção.

COMPARTILHE com seus amigos(as) vamos ajudar mais pessoas. Se você gostou do artigo é so CURTIR. Deixe seu COMENTÁRIO ele é sempre bem-vindo :-).

Sobre Rafael Bandeira de Oliveira

Rafael Bandeira de Oliveira, tem mais de 10 anos de experiência na área de TI, tendo atuado com suporte técnico e infraestrutura. Contribuo com a Comunidade Microsoft escrevendo artigos e tutoriais no AndersonPatricio.org, PuraInfo e no meu perfil no linkedin. Possuo as seguintes certificações: ITIL Foundation, MCP, ISO 2000 (Exin), Cloud Computing Foundation (Exin), ISO 27002 (Exin) com essas certificações da Exin + ITIL obtive o título de EXIN Certified Integrator Secure Cloud Services. Atualmente é Analista de Infraestrutura Sênior Microsoft.

Veja também!

Menu iniciar do Windows 10 não localiza os programas instalados

Este artigo vai mostrar como Solucionar problemas no Menu Iniciar do Windows 10 que não localiza os programas instalados. Detalhe dos problemas resolvidos: * Não mostra notificações * Não abre * Pesquisa não aparece

Um comentário

  1. Fabiano Mello

    Parabéns pelo artigo e obrigado pela dica. Uma pergunta: Esse script funcionará independente do nome (label) da interface de rede? Exemplo: No meu caso algumas estão com label “Ethernet”, outras “Public”, algumas outras “Local Area Connection”. A segunda dúvida é: E se houver mais de uma interface de rede??

    Obrigado e um abraço!

Este artigo lhe foi útil? comente e ajude outros acrescentando seu ponto de vista!