quarta-feira, fevereiro 22, 2017
Home » Artigos » BAT – Conceitos básicos

BAT – Conceitos básicos

Batch

Batch ou arquivos de lote (também conhecidos por .bat ou ponto-bat) são arquivos de computador utilizados pra automatizar tarefas, é um modo de processamento de dados no qual os dados de entrada são coletados em grupos, ou lotes, e periodicamente processados em seqüência por um ou mais jobs. O processamento batch não permite a interação do usuário com o sistema durante a execução dos jobs.

 

Comparado ao processamento online ou interativo, o processamento batch costuma se mostrar mais eficiente nos casos de operações rotineiras de alto volume, como o processamento da folha de pagamento ou do faturamento.

Muitos jobs batch costumam ser rodados à noite, nos mainframes. Antes que as redes se tornassem economicamente viáveis, quase todo o processamento de dados empresarial e científico era feito em batch.

Os jobs batch podem ser rodados por requisição específica ou dentro de um cronograma regular de produção, sendo essa última modalidade mais comum nas empresas. A freqüência em que os jobs regulares são executados (diária, semanal, mensal e assim por diante) é determinada pelas exigências da aplicação (contabilidade, por exemplo).

Alguns técnicos de informática utilizam deste recurso para facilitar a instalação dosistema operacional da Microsoft (Windows por exemplo) utilizando disquetes de boot.

Um exemplo de um job batch. Nota: executar os scripts deste artigo no seu sistema Windows pode danificá-lo ou causar perda de dados.

@ECHO Iniciando o particionador…
@ECHO Deixe a unidade C: como unidade do sistema.
PAUSE
FDISK
@ECHO OFF
ECHO Iniciando a formatação da unidade C:…
FORMAT
C:
CD
C:ECHO Criando a pasta Win98
MD Win98
CD Win98
ECHO Copiando a instalação do CD
COPY E:\win98 *.*
ECHO Iniciando a instalação…
PAUSE
@ECHO ON
INSTALAR

Este tipo de arquivo pode ser muito perigoso, pois eles são capazes de destruir o sistema operacional sem o usuário saber deletando a pasta principal, enchendo o HD, desconfigurando a inicialização do sistema, entre outros. Por isso é recomendado que apenas execute jobs batch conhecidos. No windows, estes arquivos podem ser facilmente editados clicando com o botão direito do mouse nele e clicando em Editar. Você pode fazer um utilizando o bloco de notas do windows onde cada linha é um comando diferente de MS-DOS e ao final, salve-o sempre com o final do nome .bat (por_exemplo.bat).

Como estes arquivos não são capazes de interagir com o usuário, não é possível fazer jogos e programas em geral apenas com batch, uma alternativa para isso é a utilização da linguagem de programação Basic, que é bem parecida com jobs batch.

Editar texto de cabeçalho

Aqui estão alguns comandos utilizados em jobs batch.

ECHO [mensagem ou variável] Escreve na tela

ECHO OFF
Desactiva as informações e confirmações feitas pelo sistema. Como “C:>”, “Tem certeza que deseja fazer tal?”….

ECHO ON
Activa as informações e confirmações do sistema.

ECHO.

SET variavel=valor

Cria ou modifica uma variável (espaço reservado temporariamente na memória RAM para guardar algumas informações númericas, de caracteres, positivo/negativo entre outros. Não podem ter acento e devem começar com letra). Para chamar a variável posteriormente basta colocá-la entre “%”.
Por exemplo:

SET nome=JoãoECHO O nome dele é %nome%

:nomedolink
Nomeia um ponto do arquivo de lote permitindo avançar ou voltar à execução a partir daquele ponto

CLS

Esse comando limpa todo o ecrã. CLear Screen.
@[Comando] Desactiva as informações e confirmações feitas pelo sistema apenas para esta linha.
IF [condição] ([acção]) ELSE ([acção2])
Este é um comando condicional. “Se condição faça acção, senão faça acção2”.

Por exemplo:
@ECHO OFFSET nome=AnaIF “%nome%”==”Ana” (ECHO Oi Aninha!) ELSE (ECHO Oi %nome%!)

GOTO [ponto] Avança ou volta a execução para um ponto do arquivo de lote.

FOR /L %%variavel IN (inicio,incremento,fim) DO comando [parâmetro]

Repete um comando várias vezes fazendo incrementações até o fim ser atingido.

/L, é uma opção do comando FOR que faz as incrementações.
%%variavel, é o nome da variável que vai ser incrementada.
inicio, é o valor de início da variável que será incrementada.
incremento, número que será somado a cada incrementação.
fim, a repetição irá acabar quando o valor da variável atingir este valor.
comando, um comando que será repetido.
[parâmetro], o parâmetro do comando que será repetido.

Por exemplo:
@ECHO OFFFOR /L %%a IN (1,1,5) DO ECHO O valor de A é %%a
PAUSE
Faz uma pausa e só volta quando o utilizador premir alguma tecla do teclado.

REM [comentário]

Este comando não faz absolutamente nada. Ele é utilizado para inserir comentários nos arquivos.

  • Todos aqui listados são comandos de MS-DOS que foram criados especificamente para arquivos de lote. Se você precisar de mais detalhes sobre cada um deles basta digitar no MS-DOS (ou no prompt de comando do Windows) [comando]/? Todos comandos de MS-DOS também entram nesta lista incluindo chamadas de outros programas para este sistema.

CONDIÇÕES

  • Numéricas e Caracteres:
    • Igual (EQU ou ==)
    • Diferente (NEQ)
    • Menor que (LSS)
    • Menor ou igual a (LEQ)
    • Maior que (GTR)
    • Maior ou igual a (GEQ)
    • Condição negativa (NOT)
  • Variáveis:
    • Definido (DEFINED [variável sem %])
    • Condição negativa (NOT)
  • Em arquivos:
    • Existe (EXIST)
    • Condição negativa (NOT)

Os símbolos acima vêm das seguntes fontes:

EQU vem da palavra inglesa EQUals (Igual).NEQ vem da palavra inglesa Not EQuals (Não-Igual, diferente)LSS vem da palavra inglesa LeSS (Menor)LEQ vem da palavra inglesa Less or EQuals (Menor ou Igual)GTR vem da palavra inglesa GreaTeR (Maior)GEQ vem da palavra inglesa Greater or EQuals (Maior ou Igual)NOT é uma palavra inglesa que significa NãoDEFINED é uma palavra inglesa que significa DefinidoEXIST é uma palavra inglesa que significa Existe

Caracteres

As condições numéricas e de caracteres são iguais, porém avaliam de maneira diferente. Por exemplo, se compararmos “Ana” com Danielle na condição LEQ(Menor ou igual), será avaliado o tamanho . “Ana” tem 3 bytes e “Danielle” tem 8. Então “Danielle” é maior que “Ana” e a condição é positiva.
Veja como ficaria:
@ECHO OFFSET nome1=AnaSET nome2=DanielleREM O resultado da condição abaixo será positivoIF “%nome1%” LEQ “%nome2%” ( ECHO Positivo ) ELSE ( ECHO Negativo )

Numéricas

Nas condições numéricas não há mistério, as duas únicas diferenças entre as condições numéricas e de caracteres é que nas numéricas são avaliados os números, não o tamanho, e que você não usa aspas. Vamos supor que a Ana tem 23 anos e que a Danielle tem 19. Se compararmos as suas idades respectivamente usando LSS (Menor que) o resultado será negativo.
Veja como ficaria:
@ECHO OFFSET ana=23SET danielle=19REM O resultado da condição abaixo será negativoIF %ana% LSS %danielle% ( ECHO Positivo ) ELSE ( ECHO Negativo )

Variáveis

A condição DEFINED verifica se uma variável já foi definida. Por exemplo, se a variável “x” estiver definida, então o resultado será positivo, senão negativo.
Veja como ficaria:
@ECHO OFFIF DEFINED x ( ECHO Positivo ) ELSE ( ECHO Negativo )

Arquivos

A condição EXIST verifica se existe algum arquivo. Por exemplo, se existir o arquivo “exemplo.bat” o resultado será positivo, senão negativo.
Veja como ficaria:
@ECHO OFFIF EXIST exemplo.bat ( ECHO Positivo ) ELSE ( ECHO Negativo )
Esta condição não para por aí. No sistema MS-DOS, você pode fazer uma “pesquisa” na pasta em que está por um arquivo digitando parte dele. Você usa “*” para indicar a(s) parte(s) que você não sabe. Por exemplo, se existir algum arquivo com a extensão “.bat” na pasta atual o resultado será positivo, senão negativo.
Veja como ficaria:
@ECHO OFFIF EXIST *.bat (ECHO Positivo ) ELSE ( ECHO Negativo )

EXEMPLOS

X é igual a 1?

@ECHO OFFCLSSET X=1IF “%X%” == “1” GOTO okECHO X não é igual a 1, X é igua a %X%GOTO saida:okECHO X é igual a 1:saida
Na primeira linha. O “@” indica que não é para aparecer o comando que segue, no caso, “ECHO” (Comando que escreve na janela). Nesta linha, eu estou grosseiramente mandando o MS-DOS calar a boca (não falar nada sem eu mandar), pois se ECHO faz o computador “falar”, ECHO OFF faz o computador “desligar a boca” e com o @ no começo da linha, ele nem vai informar o utilizador que está parando de falar.
Na segunda linha, o comando CLS faz o MS-DOS apagar todo o ecrã.
Na terceira linha, como já foi explicado, faz a variável X=1.
Na quarta linha, é uma linha condicional. Se “X” for igual à 1 vá para “ok”.
Na quinta linha, é óbivio que X não vai ser igual a 1, então o MS-DOS vai “falar” X não é igual a 1, X é igua a [valor de x].
Na sexta linha, ele irá para o ponto “saida” porque o resto é feito se X for igual a 1.
Na sétima linha, está sendo definido o ponto “ok”, aquele ponto citado na quarta linha.
Na oitava linha, X será igua a 1, então o MS-DOS vai dizer X é igual a 1.
E na nona linha, é definido o ponto-final do processamento. Que é chamado na sexta linha, nada mais que isso, então o MS-DOS entende que o job batch concluiu.

Faça o teste
  1. Abra o Bloco de notas do Windows;
  2. Copie o exemplo acima e cole nele;
  3. Salva-o como exemplo.bat;
  4. Dê dois-clicks nele observe o que acontecerá;
  5. Agora experimente modificar a terceira linha por SET X=qualquer coisa;
  6. Execute e veja o que acontece.

Mensagem de acordo com a idade

@ECHO OFFSET idade=15IF %idade% LSS 10 (ECHO Bom dia menino!ECHO.ECHO Você não vai pra escola?) ELSE (IF %idade% LSS 18 ( ECHO Bom dia garoto! ECHO. ECHO Você não vai pro colégio?) ELSE ( IF %idade% LEQ 64 ( ECHO Bom dia! ECHO. ECHO Você não vai trabalhar hoje? ) ELSE ( ECHO Bom dia! ECHO. ECHO Tudo bem? )))
Esta é uma forma mais avançada de usar o comando condicional IF. Isso é quase idêntico a Algoritmo. Ele avalia a variável %idade%. Se %idade% for menor que 10 então escreva tal; Senão, se %idade% for menor que 18 então escreva tal; Senão se %idade% for menor ou igual a 64 então escreva tal; Senão obviamente %idade% é maior que 64, então imprima tal.

bidom

  1. Abra o Bloco de notas do Windows;
  2. Copie o exemplo acima e cole nele
  3. Salva-o como exemplo2.bat;
  4. Dê dois-clicks nele observe o que acontecerá;
  5. Agora experimente modificar a segunda linha por SET idade=n (troque npor algum número);
  6. Execute e veja o que acontece.

retirado de: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Sobre Diego Duarte

Diego Duarte Atua como coordenador de NOC & ITO

Veja também!

Script para limpar os arquivos temporários de todos os usuários

Saudações, pessoal. Não é novidade que arquivos temporários do Windows podem consumir grandes quantidades de …

7 comentários

  1. DiGuiNh0

    Eu queria saber se tem como interagir com o mouse, na programação DoS?.. ex: com o mouse, poder clicar no objeto! em vez de ter de colocar números, porque aprendi DoS, no meu curso técnico, e quero me aperfeiçoar em DoS, para depois seguir em outras linguagens, já estudei C#, C++, só q para meu computador uso DoS como um programa, para abrir outros programas… ai queria saber se tem como interagir com o mouse em vez de apenas colocar numeros, com uma programação em DoS, mais completa. Obrigado!..

    • DiGuiNh0

      OBS: Queria saber se tem como fazer isto que nem nas programações em linguagem C, C++, Java, etc…

  2. Naira

    Obrigada, resolveu meu problema!!! Resumido, simples e direto. Porém não é um artigo para principiantes.

  3. Sergio Caetano da Silva

    Gostaria de Saber se tem como eu fazer um progress bar através de uma bat que avança conforme a instalação de um programa ou aplicativo, ou seja, tenho como passar o parâmetro de como esta o progresso de uma instalação de software a minha bat e atualizar minha barra progress bar?

    • com o comando echo, colocando 10%….20% te ajuda?

      • Sergio Caetano da Silva

        Vc diz avançando sempre em frações de 10% ? Sim, mas a questão é se eu consigo atualizar este progress bar a medida que minha instalação também avança e não com um tempo fixo, ou seja, em tempo real.

        • Sim, realmente é uma limitação do .bat. Até o momento, não conheço uma forma de executar desta forma.

          Pelo que entendi, a forma mais aproximada seria algo tipo:

          echo off
          echo inicio 0…
          dir
          echo 1%
          cd c:\
          echo 5….
          md teste333
          cd teste 333
          dir
          echo 90…
          cd ..
          rd teste333
          echo 100…
          echo concluido

          Mas ainda assim é manual, não lhe atenderia por completo.

          abs

Este artigo lhe foi útil? comente e ajude outros acrescentando seu ponto de vista!